É só uma caixote velho? Acho que não…

Sabe aquele caixote de feira que você encontra em hipermercados e centrais de abastecimento? Ou jogados no lixo? Sabia que ele pode se tornar uma linda peça decorativa, uma mesa, ou até mesmo um armário? Pois fique sabendo agora! tenho certeza que depois desse post você nunca mais vai vê-los da mesma forma…

Normalmente encontramos esses caixotes meio detonados. Existem lugares especializados em artesanato que já vendem esses caixotes lixadinhos, prontos para a customização. Mas  se a intenção é custo quase zero, também podemos encontrá-los facilmente em centrais de abastecimento de alimentos (no caso de Fortaleza, na CEASA). Depois de lixados é só usar a criatividade e inventar mil e uma formas de arrumação e ordenação deles no espaço!

Image

Pra quem tem uma habilidade a mais com a pintura, aí vai um bom exemplo de como ele pode ficar. Se você não tem toda essa habilidade, papéis de presente ou tecidos também resolvem! É só dissolver um pouco de cola branca na água, passar uma camada de cola, colar o papel ou o tecido e passar uma segunda camada de cola por cima, para garantir o acabamento e impermeabilizar minimamente seu caixote!

Image

Se você prefere uma coisa mais rústica, apenas lixa e verniz resolvem seu problema! 🙂

Image

Image

É importante lembrar que não adianta ter um caixote belo e em customizado sem que ele converse com o espaço no qual ele vai ficar! Então é bom prestar atenção nas cores usadas e nos tipos de móveis que estão ao redor… Normalmente eles combinam com muita coisa, mas não custa nada pensar antes de executar!

Image

Então, quando você ver um caixote desse dando mole na rua, não subestime o seu potencial! Com um pouquinho de criatividade e disposição ele pode virar um móvel maravilhoso, e o mais importante, do jeitinho que você imaginar!

É isso gente, curte e compartilha!

bjoks

Ela Nascimento

F. Scott Fitzgerald + Baz Luhrmann + Catherine Martin + Miuccia Prada + Tifanny & Co. =

GG_about_carrie

“The Great Gatsby”, dirigido por Baz Luhrmann, é baseado na obra do escritor americano F. Scott Fitzgerald e se passa em 1922. Em virtude do período histórico, o figurino feminino do longa-metragem traz mulheres recém-libertas do espartilho, com vestidos de silhueta tubular que deixam braços e parte das pernas à mostra.

20538961.JPG-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Catherine Martin, esposa de Baz Luhrmann, tem liderado a produção e figurino em quase todos os filmes do marido nos últimos 20 anos. Para The Great Gatsby, ela convidou Miuccia Prada para compor todo o figurino, com peças glamourosas e cheias de personalidade. As jóias que acompanham as roupas sãoTiffany & Co e a ideia é retratar a atmosfera de riqueza e euforia que a elite americana vivia na década da art déco.

13est-img-film-the-great-gatsby-film-scenes-screenshots-party-scene

BMrC89pOGFRl

Os figurinos foram confeccionados em diversos tecidos, como veludo e variações de seda, trazem aplicações de cristais, paetês e franjas, além de peles. “Nossa colaboração com [Miuccia] Prada remete ao gosto europeu que estava surgindo entre a aristocracia da Costa Leste [dos Estados Unidos] nos anos 1920”, comentou Catherine Martin, que ainda adicionou: “A moda desse tempo viu o desenvolvimento de uma dicotomia entre aqueles que aspiravam ao look dos privilegiados da Ivy League [grupo de oito universidades privadas do Nordeste dos Estados Unidos], e aqueles que aspiravam ao glamour europeu, sofisticação e decadência.”

prada-great-gatsby-costume-exhibition-1-600x400

Film_Review_The_Great_Gatsby.JPEG-0f10a-10508

Croquis produzidos por Miuccia Prada para o filme.

pradagats8

 pradagats6

pradagats5

pradagats9

Do Filme para a Expo.

No início do mês, Miuccia Prada inaugurou exposição, na loja da Prada de Nova York, com as peças do figurino Art Decó, além de croquis e imagens de making of. A mostra itinerante fica em cartaz até o próximo dia 12, antes de viajar para as lojas da label em Tóquio e em Xangai.

pradagats1

gatsby14

gatsby

The Great Gatsby tem estreia prevista aqui no Brasil em 7 de Junho, o que significa que nós em Fortal teremos que aguardar um pouquinho mais. :/ Mas, já deu pra sentir o quão é exuberante o figurino do filme.

Trailer do filme, só pra matar um pouco o gostinho da espera.

Bjs,

Loreta.

😉

Nail Bar em Fortaleza!

Além de unhas lindas um lugar pra ir com as ‘amigue’, conversar, beber drinks exclusivos além de Open Bar aos sábados! É isso tudo e mais um pouco que o Le Vernis Nail Bar promete! A inauguração está marcada para o dia 05 de Junho aqui em Fortaleza! E é claro que as Ollivias vão conferir tudo isso!

601745_525865430803705_544950050_n

O Nail Bar…

Trata-se de um novo conceito de salão onde as unhas são as protagonistas.  Muitos, mas muitos, lindos e maravilhosos esmaltes! E manicures criativas para transformar suas unhas!

Além de um lugar para você dar aquele trato especial nas unhas, com uma coleção incrível de esmaltes e possibilidades, ele vai além, sendo até mesmo uma opção de happy hour, tendo capacidade para receber grupos de amigas e servir bebidas e comidinhas. Cada vez mais torna-se interessante as possibilidades de criação de espaços de convivência  misturando serviços e  funções. O Nail Bar é uma boa opção para quem quer conhecer um lugar diferente.

394346_523485951041653_1322307410_n

531929_308105615924967_114982095237321_762935_543672761_n

922832_524616524261929_1449780499_n

Quando soube da existência desse tipo de lugar fiquei super curiosa para entender seu funcionamento e ver seus preços. Umas das partes do meu corpo que eu mais gosto são minhas mãos/unhas, fazer propaganda de joias é uma possibilidade que as amigas da minha mãe sempre profetizavam pra mim quando eu era adolescente!(rsrsrs). Adoro esmaltes e formas diferentes! Então tento manter minhas unhas legais, adoro quando elas ficam bem feitas, mas na correria do dia-a-dia nem sempre dá certo… 😦

Quando vi no Facebook o Le Vernis Nail Bar fiquei animada por ter a possibilidade de matar a curiosidade de conhecer um lugar desses!

O LE VERNIS, oferece outros serviços como: Sobrancelha, depilação, make-up e cabelo.

Um pouquinho de como está ficando o espaço:

970986_527562037300711_317719939_n

Le Vernis 1

É claro que as Ollivias vão conferir isso de perto!

Até lá, se você quiser ficar acompanhando o Le Vernis Nail bar, tem o instagram!

Já anota o endereço: Rua Oswaldo Cruz, 1306. Aldeota.

Ela Nascimento

O fantástico mundo dos paletes!

Quando fui atrás de paletes para fazer uma cama, muita gente me olhou com uma cara : “como assim??” Porém, depois de uma rápida pesquisa na internet, podemos encontrar um MUNDO de ideias legais que usam os paletes como material. Mesas, camas, jardineiras e o que mais você imaginar!

Mas o que são? Paletes normalmente são utilizados no fundo dos caminhões para o transporte de mercadorias. Podem ser encontrados em lojas de materiais de construções, hipermercados, construções, e lugares do tipo. No meu caso, achei os meus no hipermercado Açai lá da Caucaia – CE (Aqui, créditos para meu querido amigo Marcelo Freitas que foi até lá pegá-los e deixa-los na casa onde estou! #meamapacas! )

Image

Os meus são beeem mais detonados do que esse! rsrs

O fato é que eles estão na moda e que dá pra fazer coisas lindas com um palete, uma lixa, tinta e disposição. No meu caso, achei difícil encontrar eles de graça.  Encontrei muita gente vendendo, porém não achei o preço jogo visto que ainda teria todo o trabalho de lixar ele (se viesse pelo menos lixado acho que eu comprava!). O meu objetivo é fazer uma cama, baixinha mesmo, mas ela ainda está em processo! Postarei fotos de todo o percurso quando ela estiver toda pronta! Por enquanto, mando imagens de ideias e dicas de D.I.Y!

Image

Cama de paletes! Normalmente eles ficam maiores do que o colchão, criando a possibilidade de cabeceiras e espaços só em madeira para colocar coisas…

Image

Image

Uma dica legal é colocar luzes, transforma o objeto em elemento decorativo! (no meu caso vou colocar aqueles “piscas-piscas” que não piscam! rs)

Image

acho essas penduradas um barato, perfeitas para espaços externos!

Image

Image

explodindo as possibilidades!

Image

Vai um cineminha? 🙂

No site Casa Abril  achei um D.I.Y super legal de sapateira/puff, super simples de fazer! No site eles explicam o passo-a-passo!

Image

Image

É isso gente, curte e compartilha ta?!

Ela Nascimento

#Eusouecochic

Image

Manisfesto genuinamente brasileiro, o eco chic day aposta no encontro de artistas de diversas linguagens, interessados na renovação de ideias artísticas através do pensamento de cultura sustentável e na funcionalidade da economia criativa.

O Movimento em 2013, completa um ano de atividade, propondo sempre uma programação diversificada como, oficinas, conversas criativas, encontros, intervenções, desfiles de moda, instalações, exposições e performances, de maneira totalmente acessível, colaborativa e livre.

Em parceria com a organização fora do eixo, rede de coletivos distribuídas por todo o país, lançam juntos o “domingo na casa”, um encontro realizado numa tarde de domingo onde os artistas de diversas áreas podem mostrar seus trabalhos e trocar uma ideia.

229027_561686827187873_1907442479_n

Moda em outro formato na performance fashion “Jardim dos delírios” do grupo Santa 23.

922830_571309432909866_2098673816_n

O projeto “13 Pompons”, da Letícia Matos.

380812_579169872123822_1391532129_n

Lembrancinhas Eco-Criativas

73229_505188349521975_1006415107_n

Oficina Eco Chic – Novelaria

524858_573600022680807_1806422378_n

Desfile da estilista Paula Yne, roupas em reconstruções têxteis, e os sapatos da marca paraibana Comparoni, todos feitos à mão, com algodão ecológico colorido naturalmente, renda renascença e couro de peixe.

10293_487696847937792_2056564407_n

Criolo no movimento. #Existeamoremsp.

O primeiro domingo na casa aconteceu dia 28/04 em São Paulo e a ideia é estender o evento por outras cidades como, Brasília, Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, Juiz do Fora, Maceió, Cuiabá e Belém. Aqui em Fortal, o evento promete acontecer no mês de setembro. Então quem se interessar em participar desse grande encontro, o edital de ocupação já está aberto. É só acessar diario.foradoeixo.org.br/?p=2267 e ver o que é necessário para participar.

😉

Loreta.

Tecendo Elos

“Vejam o tear,

Os fios de vida entram nele, espaço para a vida… espaço!”

18122011063-001

Não é a toa que o meu primeiro post no Ollivias vem falar um pouco sobre o trabalho de um grande artista e talentoso amigo Alexandre Heberte e sua tecelagem manual. O elo entre suas mãos e o tear estão juntos a aproximadamente 9 anos, fazendo do encontro dos fios e das cores a criação de obras de arte.  Alê assim como eu, vem do vale do Cariri, Juazeiro do Norte no interior do Ceará. Lugar onde barro, madeira, fibras e materiais recicláveis se transformam em belas obras de arte. A sua inspiração para a criação começa em nossa terra “quente” de sol forte e chão rachado. Onde na origem de suas tramas pode se ver o colorido do reisado e a fé por nosso Padim Padi Ciço.

Fitinhas-religiosas-fazem-parte-do-material-utilizado-pelo-artesão-Imagem-Divulgação

No seu atelier home onde trabalha cerca de 8h por dia, reúne matérias-primas como: fitas VHS, fitinhas de lembrança do Padre Cicero, arames, fios eletrônicos e até materiais de construção civil na produção de bolsas, xales, cachecóis, quadros e outras peças que compõem exposições e galerias de arte construídas a partir do seu tear de pente fino. Hoje, vivendo na grande São Paulo, por enquanto grande, nos faz ver a sua arte acontecer na sua casa, na rua, nos desfiles e revistas de moda, nas galerias de arte e centros culturais. Trazendo o devido valor da arte feita a mão.

Algumas obras, alguns momentos:

Alexandre Heberte Dança Cariri 2 (12)

Peça conceito Cariri para + B inspiração Brasil para ABEST – Associação Brasileira de Estilistas.

179258_288623_foto_0519

Rede Nós para + B inspiração Brasil.

Alexandre Heberte 30 de abril de 2012 (18)

A mão sobre o quadro chamado, lágrimas de tanto rir.

408958_2582274639855_663620990_n

Tramas para o inverno do estilista João Pimenta – São Paulo Fashion Week -2012.

485874_2960887504940_249218464_n

Tecendo na rua em uma tarde de domingo.

Para saber mais e mais sobre a tecelagem manual de Alexandre Heberte acesse o blog: peixesempeixes.blogspot.com.br

😉

Loreta.