Quando a moda se encontra com outras artes e causas sócio-ambientais

O Ollivias não é um espaço para falar sobre moda apenas quando ela sai do forno. A busca é sempre por “algo a mais” que apresentar futuras tendências. O Desfile da estilista Vivienne Westood, apresentado no último domingo na semana de moda em Londres, nos apresenta um pouco desse “algo a mais”. Pois além de cumprir sua tarefa como uma excelente criadora de moda, diga-se de passagem, imprime no trabalho o seu forte caráter politico para também divulgar causas sócio-ambientais em que acredita.

20130915135604004ap-1jpg

A Vivienne Westood Red Label – Verão 2014, apresenta na sua coleção o slogan “Climate Revolution” que se relaciona para além das discussões sobre o aquecimento global ou o esgotamento dos recursos naturais. Lema revolucionário que também esteve nas últimas coleções da estilista.

article-2421146-1BD6E1F6000005DC-262_634x758

Por uma passarela mais viva e representativa, a dama da moda inglesa abre o desfile-show colocando  a modelo e atriz Lily Cole interpretando uma passagem de Hans Christian Andersen do livro ” The Red Shoes “, onde uma dama calça os sapatos e dança até morrer.  Uma metáfora para os alertas climáticos que ela sempre costuma fazer.  Com uma maquiagem expressiva, como uma pintura em tela de uma mistura louca e teatral para além do rosto, quis representar bichos e homens correndo com medo do fogo.

20130915135804491apjpg

A seguir, alguns look’s do desfile

1

2

Apesar da apresentação num tom conceitual, a coleção mostra peças comercializáveis, prontas pra uso.

4

3

5

            O Floral como sempre quase que indispensável nas suas coleções.

article-2421146-1BD6DB91000005DC-786_634x489

A Atriz-Modelo Lily Cole homenageando a estilista ao final do desfile.

Para saber + sobre Vivienne Westood e a Red Label: viviennewestood.co.uk

3lO1Q

 Loreta Dialla.

Anúncios

Diário de Viagem #1 – Parada Portugal

Depois de algumas semanas em off, voltamos com nossos posts! E preparem-se eles vem inspirados por “ares europeus” ! Depois de um mês de viajem (eu para Itália e Loreta para várias cidades da Europa que nem sei!rsrs), vamos iniciar nossos posts “inspirados” por Portugal…

Ultimo dia na Europa. Esperando uma conexão de um dia (com direito a hotel e tudo!) Pensamos: já que estamos aqui, porque não? E assim foi nosso dia pra lá de especial em Portugal! Assim, como quem não quer nada, andando pelas ruas de Lisboa, descobri uma feira bem interessante… e mais interessante foi o trabalho de duas portuguesas super simpáticas: Catarina e Helena!

Imagem

(Um pouquinho de Lisboa para vocês…)

A feira chama-se Feira do Sacramento, no Largo do Carmo, no bairro de Chiado. É uma praça super simpática em frente a uma igreja, no topo de uma especie de “colina”! Ela acontece sempre no ultimo domingo do mês, e reúne o trabalho dos participantes: quadros, roupas, colares, azulejos… De um tudo! Com direito a fim de tarde regado a violão e vinho!

Catarina é artista plástica e Helena é formada em Historia. Há 7 anos trabalham fazendo essas lindas peças! Dizem sempre procurar por tecidos diferentes e legais para fazer suas peças, tendo encontrado pela internet bons sites para encomendar os tecidos.Imagem

Aqui algumas fotos para dar uma “palinha” do trabalho delas!

Imagem

Imagem

A marca chama Papôa Azul, e tem um ar super artesanal e bem delicado. Eu, particularmente, amei as estampas de gatinho das peças!

Imagem

Tem colares, brincos e muitos broches, alguns que viram pingentes também!

Então já sabe, se estiver em Lisboa no ultimo domingo de algum mês vale a pena ir conferir a Feira do Sacramento!

Para conferir um pouco mais do trabalho do Papôa Azul:

Facebook: Papôa Azul

Blog: http://www.papoaazul.blogspot.com.br/

Imagem